Categorias
Arte cineclube cineclube lgbt Cinema cinema gay festa gay rio de janeiro

Dia 25.01 – Sessão Grupo Arco-Íris com o filme Kátia

Arco-iris

O vento de 2013 sopra a nosso favor. Este mês teremos o primeiro CineclubeLGBT do ano e vem com muitas novidades!!!

Com o essencial patrocínio do Grupo Arco-Íris, a próxima edição é no dia 25 de janeiro, às 21h, no Cinema Odeon, com ENTRADA GRATUITA para a sessão! A grande novidade é a festa pós-exibição, que acontece no bar e boate Sinônimo Lapa, bombado point gay da Lapa, com entrada a R$10 (dez reais) para quem apresentar o ingresso do Cineclube!

Em cartaz no CineclubeLGBT: o longa-metragem inédito Kátia, de Karla Holanda. O documentário retrata o cotidiano da piauiense Kátia Tapety, primeira travesti eleita a um cargo político no Brasil. A delicada obra já foi exibida em diversos festivais e levou o prêmio de “Melhor Filme” no Festival For Rainbow 2012.

E, após a sessão, tod@s indo para o Sinônimo – Av. Mem de Sá, nº 118, Lapa – para trocar uma ideia e, claro, azarar a noite toda numa festa que vai até altas horas! Mas não se esqueçam de levar o bilhete de entrada do CineclubeLGBTpara pagar mais barato hein!

Ah, e tem mais, além do Sinônimo, os ursos e seus admiradores também poderão apresentar seus ingressos e pagar R$ 5,00 (cinco reais), na True Bear – Espaço Multifoco – Av. Mem de Sá, 126 – Lapa.

Entrada da sessão: Franca.
Ingressos: no dia da sessão (25 de janeiro), liberados a partir das 19h.
Local: Cinema Odeon Petrobras
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

Entrada da festa: R$10 (dez reais) com a apresentação do ingresso do CineclubeLGBT.
Local: Sinônimo Lapa
End.: Av. Mem de Sá, nº 118, Lapa.

Dia: 25.01 Horário: 21h00
Classificação: 16 anos

Sinopses

Kátia, de Karla Holanda.

katia

Brasil, digital, 74 min.

Kátia Tapety tornou-se a primeira travesti eleita a um cargo político no Brasil – foi vereadora três vezes e vice-prefeita. O filme é resultado de 20 dias de convívio com ela no seu pequeno município no sertão do Piauí.

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt

 

Categorias
Arte cineclube cineclube lgbt Cinema festa gay Filmes Gays Gay lésbica lgbt rio de janeiro

Dia 31.08 – Sessão Especial 17º FBCU

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=wLfw0ORoAzQ&feature=youtu.be ]

Após uma semana de muito sucesso no Rio de Janeiro e de aportar em São Paulo, o 17º Festival Brasileiro de Cinema Universitário retoma a união com o CineclubeLGBT, que volta a acontecer neste mês, no dia 31 de agosto (última sexta-feira do mês, como de costume), no Cinema Odeon. Com uma seleção especial de filmes que fizeram parte da programação oficial do 17º FBCU, o Cineclube traz uma sessão bem eclética, que vai do drama ao irreverente.

Em cartaz temos o documentário A Geografia Do Preconceito, de Daniel Nolasco e Marcella Coppo, que aborda a homofobia em uma cidade do interior de Goiás. E também Mais ou Menos, de Alexander Antunes Siqueira, sobre a relação tensa e violenta entre Ivo e Sandro.

Direto de terras estrangeiras, mostraremos o universo das “drags” a partir de um garoto de 17 anos no curta alemão, Mila Caos, de Simon Jaikiriuma Paetau; e, dos Estados Unidos, o conto de fada às avessas A Donzela e a Princesa, de Ali Scher.

E, ainda, a graça da descoberta, pelos olhos da infância em O Traveco, de Jeane Figueiredo e Lincoln Péricles, e pelos olhos da adolescência, no filme cujo roteiro foi o grande vencedor do Projeto Sal Grosso do 16º FBCU, Nós Parecíamos Gigantes, de Daila Pacheco.

A sessão vem seguida de… FESTA! Para trocar ideias, rever amigos e azarar um pouquinho o VJ Great Guy comanda a tradicional pista improvisada do Odeon com o melhor do pop.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h. Pelo Twitter @CineclubeLGBT, e pela nossa fanpage no Facebook, além de sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 18,00 (inteira) e R$ 9,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 30.08, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 31.08 Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093
Classificação Etária: 16 anos

SINOPSE

A Geografia Do Preconceito, de Daniel Nolasco, Marcella Coppo

Rio de Janeiro, digital, 2011,11min.

Acontecimentos cotidianos de uma cidade comum do interior de Goiás.

O Traveco, de  Jeane Figueiredo, Lincoln Péricles

São Paulo, digital, 2011, 7min.
Elenco: Giovanna Fonseca, Renato Wiemer, Helena Pires

Curta-metragem infantil que conta a história da Giovanna, uma garotinha que descobre que a moça que sempre vende perfumes na sua casa é um “traveco”.

A Donzela E A Pricesa (The Maiden And The Princess), de Ali Scher

Estados Unidos, digital, 2012, 18min.

No coração de Londres, uma menininha busca a si mesma em meio a um conto de fadas musical.

Mais ou Menos, de Alexander Antunes Siqueira

Santa Catarina, digital, 2010, 13min.
Elenco: Jholl Bauer, Kyel Lima, Gringo Starr

Onde há menos do que se espera pode haver mais do que se imagina. Ivo e Sandro que o digam. Eles estudam juntos em um colégio em Florianópolis e mantêm uma relação conturbada, um caso de bullying que parece não ter solução. Até que um encontro inesperado muda tudo.

Nós Parecíamos Gigantes, de Daila Pacheco

São Paulo/Rio de Janeiro, digital, 2012, 16 min.
Elenco: Gabriella Vergani, Renan Trindade

A grandeza do parecer é belo aos olhos de Mia, garota de 18 anos, que acaba de chegar à metrópole para viver com seu melhor amigo de infância Julian. Pronta para vivenciar essa sua nova fase ao lado de Julian, o suspiro dessa chegada pode cegar as emoções de uma inocência fantasiada. Uma revelação e o urbano têm suas próprias cores e curiosidades desconhecidas.

Mila Caos,  de Simon Jaikiriuma Paetau

Alemanha, digital, 2011, 18min.
Elenco: Yaniel Castillo, Rebecca Rodriguez Aragón, Paula Ali

Todo fim de semana, em um show de “drags” ilegal no subúrbio de Havana, Sebastián, um adolescente cubano de 17 anos, se transforma em “Mila Caos”. Ele sofre com a indiferença de sua mãe e sonha que um dia ela vá vê-lo no palco.

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Categorias
Arte cineclube cineclube lgbt cinema gay festa gay Filmes Gays rio de janeiro

Dia 25.05 – Sessão Cheias de Charme

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=wyfkTl07jwk]

A alma de mulher num corpo masculino. A busca por uma identidade contrária ao dos registros de nascimento. Com muito encanto, colorido e, claro, respeito, o CineclubeLGBT traz a Sessão Cheias de Charme, um breve panorama das transexuais femininas e travestis que deram a volta por cima e quebraram diversos tabus no Brasil.

Cheias de charme e atitude, a riqueza do universo dessas moças está na vida humilde de Paola, do documentário de Eduardo Chaves, ou na de superação de Márcia, na produção de Bertrand Lira. Está também no encontro das transex’s Amanda e Monick, mostrado por André da Costa; na jornada de Ale, pensada por Rudolfo Auffinguer e Sonia Procópio e ainda nos retratos de 6 travestis feitos por Leo Tabosa e Rafael Negrão.

O público está convidado a desvendar o mundo repleto de incertezas, dissabores, mas também esperança, realizações e muito charme dessas personagens ainda tão estigmatizadas e marginalizadas na nossa sociedade. Elas não só estão entre nós, como são umas de nós!

Após essa bela sessão, podemos todos trocar ideias, rever amigos e (por que não?) azarar na tradicional festa com o melhor do pop comandada pelo VJ Great Guy.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h. Pelo Twitter @CineclubeLGBT, além de sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 18,00 (inteira) e R$ 9,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 24.05, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 25.05 Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

SINOPSE

Paola, de Eduardo Chaves

Paraíba, digital, 2003, 18 min.

O filme trata do cotidiano de José Bento dos Santos, que na realidade é Paola, um rapaz de 21 anos(à época) que vive numa cidade, ou melhor, um aglomerado rural encravada no meio do nada e com um dos piores indicadores de desenvolvimento humano (IDH)do Brasil contando com uma população de cerca de 1800 habitantes.
O que Paola tem de diferente dos outros habitantes da cidade é que –“…ele só conversa coisa de mulher…”, nas palavras de Sonia-agricultora e sua vizinha.

 

-fuso, de Rudolfo Auffinguer e Sonia Procópio

Paraná, digital, 2009, 6 min.

O título suger e a busca de um sufixo para difuso e confuso, além de remeter a fuzo, de fuzarca, fuzoê. \”Traço fuso\” retrata Ale que não só trabalha em salão de beleza, mas se preocupa com sua própria imagem.

Retratosde Leo Tabosa e Rafael Negrão

Pernambuco, digital, 2010, 18 min.

Retratos, conta a história de 06 travestis que desempenham diferentes atividades profissionais desvinculadas da prostituição no Estado de Pernambuco.

O Diário de Márcia, 0de Bertrand Lira

Paraíba, digital, 2011, 20 min.

Se fosse doença eu teria procurado a cura; se fosse aprendido, eu já teria desaprendido. Se fosse opção, eu jamais teria optado.” (Márcia, 46 anos, transexual paraibana)

 

Amanda e Monick, de André da Costa Pinto

Paraíba, digital, 2007, 19 min.

Duas transex’s que vivem em realidades totalmente opostas e tem suas vidas cruzadas em sala de aula, demonstrando que o que vale em qualquer relacionamento é a felicidade.

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Categorias
Arte cineclube cineclube lgbt Cinema cinema gay festa gay filme gay lgbt rio de janeiro

Dia 27.04 – Sessão Trash

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=9l3cQ5g73IA&feature=youtu.be]

O CineclubeLGBT decreta: nesta estação o Trash is the new black. Por isso, a próxima edição do evento de cinema gay mais “chuchu beleza” do Rio vem toda montada no brilho e na cor, no amor e no poder! E a Sessão Trash celebra o que tem de melhor (?) nessa estética tão irreverente quanto bizarra.

Para confirmar a tendência, o Cineclube traz a babá mística e fashionista Mary Poppers – Uma Babá do Babado, curta de Sandra Brogioni.  E como toda moda exige um vocabulário do momento, aprenda as expressões que estão em alta com os divertidíssimos GLOSSário e GLOSSário – 2ª lição, de FaBinho Vieira. Também em cartaz está Ludmilo My Baby, de Luiz Fernando Borges, com suas relações familiares e amorosas bem, digamos, diferenciadas, mostrando que estranho e fora do comum é tudo uma questão de ponto de vista.

Como toda onda retrô tem seu lugar garantido a cada temporada, os anos 90 vem com tudo em A Bicha de Blair, sátira do clássico “noventista” A Bruxa de Blair. Também tem os anos 70, com o saudosista e hilário Panteras Fora do Armário, mostrando um lado desconhecido das Charlie’s Angels.

E, claro, por se tratar de uma estética de gosto um tanto duvidoso, a polêmica não poderia ficar de fora e vem com o curta Novembro Paralelo, de Ivan Ribeiro, uma versão vingativa do ataque homofóbico na Avenida Paulista.

Mas não é só isso! Muitos outros curtas estão programados, além da tradicional festa pop, cheia de glitter, paetê, paquera e azaração comandada pelo VJ Great Guy.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h. Pelo Twitter @CineclubeLGBT, além de sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 18,00 (inteira) e R$ 9,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 26.04, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 27.04 Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

SINOPSE

GLOSSário, de FaBinho Vieira

Ceará, digital, 2008, 2 min.
Elenco: Bernardo Vitor e Jomar Carramanhos

Alicia e Verónica são suas professoras em uma aula diferente, num lugar inusitado. Esteja bem à vontade com essas duas para que o aprendizado ocorra de maneira tranquila, relaxada e beeem gostosa…

Mary Poppers – Uma Babá do Babado, de Sandra Brogioni

São Paulo, digital, 2001, 20min.

Mary Poppers é uma dog sitter com poderes mágicos que, além do amor pelos animais, adora ajeitar a vida das pessoas. Mas ela guarda um misterioso segredo.

 

Überchuca, de Rafael Saparelli

São Paulo, digital, 1min 50s.
Elenco: Rafael Saparelli, Mario Gomes, Jurandir Souza e Silva, Leonardo Maestrelli

Vídeo sátira dos anúncios dos canais de venda da televisão aberta (Polishop)

Ludmilo, My Baby, de Luiz Fernando Borges

Rio de Janeiro, digital, 2010, 15 min.
Elenco: Jarbas Albuquerque, Jonathan Azevedo, Kati Pinto

Uma psico crônica social, que conta a estória de uma mãe, Elvira, vivendo com seu filho, Ludmilo e o namorado deste, Dos Reis, em uma kitchenette de Copacabana. Elvira e Dos Reis se antagonizam apesar das tentativas conciliatórias de Ludmilo. A relação dos personagens chega ao clímax durante uma feijoada preparada por Elvira.

BIXTEL, de Rafael Saparelli

São Paulo, digital, 1min.
Elenco: Lindomar

Vídeo sátira do comercial da Nextel.

A Bicha de Blair, de Sandra Brogioni

São Paulo, digital, 1999, 10min.

Uma paródia gay do filme A Bruxa de Blair. Vencedor do primeiro Show do Gongo do Mix Brasil

Come, de Sandra Brogioni

São Paulo, digital, 2000, 1min 45s.

Um clipe anti-violência, usando cenas de luta de MMA. A música é uma versão de “Call Me” de Chris Montez. Vencedor do Show do Gongo do Mix Brasil

Novembro Paralelo, de Ivan Ribeiro

São Paulo, digital, 2011, 12min.
Elenco: Silvetty Montilla, Michelly Summer, Stefany di Bourbon, Clayton Sangregorio, Fabio Ramos,
Marcio Tito Pellegrini, Carlos Venâncio, Hugo Zanardi e Rodrigo Duarte. 

Em 14 de novembro de 2010 um ato de intolerância chocou o Brasil, porém em novembro de um 2010 alternativo, na manhã daquele fatídico domingo os acontecimentos tomaram um rumo diferente.

Panteras Fora do Armário, de Sandra Brogioni

São Paulo, digital, 2001, 6min.

Três antigos episódios da série hit dos anos 70 “As Panteras”  serviram de base para uma dublagem de um “novo” episódio em que Sabrina e Kelly assumem que são bem mais que apenas colegas de trabalho.

Furico li, Furico lá, de Sandra Brogioni

São Paulo, digital, 2009, 4min.

Video musical em que um proctologista se queixa dos homens que chegam em seu consultório com lesões provocadas por caídas sobre estranhos objetos.
Vencedor do show do Gongo do Mix Brasil.

GLOSSário, 2ª lição, de FaBinho Vieira

Ceará, digital, 2011, 3 min.
Elenco: Bernardo Vitor, Denis Lacerda, Jomar Carramanhos e Silvero Pereira.

Dando continuidade à primeira lição, desta vez Alicia e Verónica estão acompanhadas de Deydianne e Gisele. Juntas, elas completarão seu aprendizado, em uma aula dinâmica e cheia de graça!

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Categorias
cineclube cineclube lgbt cinema gay Dj festa gay Filmes Gays lgbt rio de janeiro

Dia 16.09 – C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=WtX8qa531D4]

O CineclubeLGBT traz de volta à tela grande uma pérola cinematográfica sobre a relação familiar na perspectiva de um gay. C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor é o filme em cartaz na próxima edição do Cineclube, que acontece excepcionalmente na próxima sexta-feira, dia 16 de setembro.

Dirigido por Jean-Marc Vallée, o longa retrata a vida em família de Zachary Beaulieu, jovem homossexual que nasceu no dia 25 de dezembro e quase morreu no momento que chegou ao mundo. Muito diferente dos seus outros quatro irmãos Christian, Raymond, Antoine e Yvan – que juntando as iniciais de todos forma a palavra crazy –Zac lida com sua orientação sexual enquanto cresce com um pai amável, porém conservador, e uma mãe fiel a suas crenças, em plena Quebec das décadas de 1960 e 1970.

Com uma trilha sonora cool, que reúne nomes como David Bowie e Rolling Stones, este elogiado drama canadense aborda, com sensibilidade, questões de aceitação, diferença, respeito ao próximo e amor incondicional de maneira bem divertida e sem julgamentos.

Ao fim da sessão, o VJ Great Guy comanda uma festa pré-night com muita música pop, paquera e azaração.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h. Pelo Twitter @CineclubeLGBT, além de sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

SINOPSE

C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor (C.R.A.Z.Y.), de Jean-Marc Vallée

Canadá, 35mm, 2005, 127 min
Elenco: Michel Côté, Émile Vallée, Marc-André Grondin, Danielle Proulx.

Esta é uma história de dois casos de amor. Um amor de um pai pelos seus cinco filhos e o amor de um filho pelo pai. Um amor tão forte capaz de fazê-lo viver uma mentira. Uma mística fábula sobre os dias modernos, C.R.A.Z.Y expõe a beleza, poesia e loucura do espírito humano e todas as suas contradições. O filho, Zac Beaulieu, nascido em 25 de dezembro de 1960, é diferente de todos os irmãos e tenta desesperadamente encaixar-se. Durante 20 anos, a vida o guiará por caminhos inesperados e surpreendentes, levando-o a aceitar sua verdadeira natureza e, ainda mais importante, levando seu pai a amá-lo como realmente é.

Preço: R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 15.09, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 16.09    Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093
E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Categorias
cineclube cinema gay festa gay lgbt Música

TUDO NOVO, DE NOVO! CineclubeLGBT dia 28.01 às 21h.

Em 2011 o CineclubeLGBT retorna com mais filmes e festa. E pra começar o ano a próxima edição traz filmes que mostram a questão LGBT nas décadas de 80 e 90. Como sempre a sessão acontece no Cinema Odeon Petrobras, a partir das 21hs, dia 28 (sexta-feira) deste mês.

A sessão de Janeiro terá os filmes “Ritos de Passagem”, de Sandra Werneck (diretora de “Cazuza” e “Sonhos Roubados”) e “Alma de Mulher” de Thereza Jesouroun, com histórias de travestis e transformistas, a primeira na época da ditadura e a segunda nos anos 90. “Chega Mais”, documentário da Plus Ultra, mostra uma reunião da comunidade gay que freqüenta a Cinelândia no Rio de Janeiro por mais de 30 anos. Já o curta “Batimam e Robim”, de Ivo Branco, mostra uma dupla de assaltantes (Marco Ricca e André Barros) que se desentende após um assalto, revelações irão aparecer ao longo do filme. O curta foi selecionado pela FUNARTE para a mostra “Os 30 Maiores Curtas dos anos 90”.

E é claro que o Cineclube não acaba por aí, logo após sessão o Dj Great Guy anima a festa do Cinema Odeon com o melhor do pop mundial, e pelo Twitter, @CineclubeLGBT, além de serem feitos sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quarta-feira, 26.01, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras • Dia: 28.01 • Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro  Tel: 21 2240.1093

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=5OKraoZoEtA]

SINOPSES

Chega Mais, de Plus Ultra

Rio de Janeiro, Digital, Cor, 2000, 21 min.

O grupo CHEGA MAIS reúne há mais de trinta anos a comunidade gay do centro do Rio de Janeiro. A Cinelândia, uns dos pontos tradicionais da cidade, é o local de encontro desse pessoal. Este vídeo é um pequeno documentário realizado durante a ceia de natal do CHEGA MAIS, no dia 18 de dezembro de 1999. Uma festa em plena praça pública, onde são recebidos da mesma maneira todos os que passam por lá, desde a visita mais ilustre ao mendigo. Vale a pena conferir esta jóia da cultura popular brasileira.

 

Batimam e Robim, de Ivo Branco

Rio de Janeiro, 35mm, Cor, 1992, 25 min.

Agora ele pode falar tudo o que não conseguiu dizer antes.
A solidão é total.

Elenco: Marco Ricca, André Barros, Fábio Coutinho

 

Ritos de Passagem, de Sandra Werneck

Rio de Janeiro, 35mm, Cor, 1980, 25 min.

A vida de transformistas e travestis na época da ditadura militar.

 

Alma de Mulher, de Thereza Jesouroun

Rio de Janeiro, Digital, Cor, 1998, 48 min.

Um documentário sobre a vida diária dos travestis do Rio de Janeiro. O filme foca nos principais aspectos das vidas dos travestis e retrata a dimensão humana por trás dos esteriótipos, exotismo e exuberância criados pela imagem dos protagonistas. Paula, a personagem principal, nos descreve vividamente os aspectos de sua vida: desde a discriminação do mercado de trabalho a solidão, do preconceito social a vida as margens da sociedade – histórias e imagens sobre a violência e a extorsão praticada por policiais.